Apesar de… O aborto não é um direito na União Europeia!

O Parlamento Europeu aprovou hoje uma resolução não vinculativa, na qual pede aos estados membros que o aborto seja considerado um direito fundamental na UE. A votação teve 336 votos a favor, 163 contra e 39 abstenções.

A moção aprovada apela à transferência de uma petição para o Conselho Europeu e para a Comissão para que o aborto seja adicionado à Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia.

 Releva-se que a União Europeia não tem poderes em matéria de aborto e que a modificação da referida Carta exigiria a unanimidade. O que se pretende é exercer pressão política sobre os estados membros. O que é facto, é que designar o aborto como direito fundamental nunca será promover os direitos das mulheres, mas desprotegê-las a elas, à maternidade e ao bébé!

Apesar de… O aborto não é um direito na União Europeia!
Marcado em: