Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Conselho de Ministros aprovou a aquisição de 400.000 vacinas destinadas a prevenir o cancro do colo do útero. A medida insere-se no Programa Nacional de Vacinação e pretende combater a infecção por vírus do Papiloma Humano, responsável por 300 mortes anuais de portuguesas.

Reunido na Presidência do Conselho de Ministros, aquele órgão aprovou a Resolução que autoriza a aquisição de vacinas contra a infecção por vírus do Papiloma Humano. O diploma estabelece uma “despesa no valor de 16.635.850 euros, a que acresce IVA à taxa legal em vigor, referente à aquisição de vacinas contra aquela infecção, ao abrigo de contratos públicos de aprovisionamento, bem como a realização dos procedimentos necessários”.

A vacina contra o vírus do Papiloma Humano foi iniciada em 2008, tendo Portugal sido o segundo país europeu a incluí-la no Programa Nacional de Vacinação. Nesse ano foram vacinadas as jovens que fizeram 12 anos e, de acordo com o comunicado do Conselho de Ministros, é “objectivo para 2009 vacinar todas as que completem 13 e 17 anos, de forma a cobrir toda a população feminina jovem – uma vez que a eficácia da vacina é reduzida a partir do início da vida sexual”.

Portal do Cidadão 
2009.01.07

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Cancro do Colo do Útero: Aprovada Aquisição de 400.000 Vacinas