Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis vai distinguir ,no próximo dia 22 de Setembro, 17 municípios portugueses com o título «Autarquia + Familiarmente Responsável 2010». A ceromónia de entrega de prémios desta 2ª edição terá lugar no auditório da Associação Nacional dos Municípios Portugueses, em Coimbra.

O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis vai distinguir dezassete municípios portugueses com o título «Autarquia + Familiarmente Responsável 2010». Os vencedores da 2ª edição deste projecto de âmbito nacional são os municípios de Águeda, Angra do Heroísmo, Cantanhede, Coimbra, Évora, Montijo, Oeiras, Póvoa de Lanhoso, Santarém, Sintra, Tavira, Torres Novas, Torres Vedras, Vila Franca de Xira, Vila de Rei, Vila Real, Vila Real de Santo António.
A cada município vencedor será entregue a bandeira verde da iniciativa «Autarquia + Familiarmente Responsável 2010» numa cerimónia a ter lugar no próximo dia 22 de Setembro, pelas 17h no Auditório da Associação Nacional dos Municípios, em Coimbra.
«Estes prémios pretendem reconhecer as boas práticas em matéria de política familiar e distinguir de uma forma simbólica aqueles que investem na construção de uma política integrada de apoio à família» afirma Ana Cid Gonçalves, membro do Observatório. «O reforço dos apoios às famílias numerosas é fundamental para a construção de um país mais próspero e sustentável em termos sociais mas também económicos» conclui.
Este reconhecimento deriva dos resultados de um inquérito realizado a nível nacional ao qual responderam 66 autarquias e onde foram analisadas as políticas de família dos municípios em nove áreas de actuação: apoio à maternidade e paternidade; apoio às famílias com necessidades especiais; serviços básicos; educação e formação; habitação e urbanismo; transportes; cultura, desporto, lazer e tempo livre; cooperação, relações institucionais e participação social; outras iniciativas. São ainda analisadas as boas práticas das autarquias para com os seus funcionários autárquicos em matéria de conciliação entre trabalho e Família.
Com este projecto o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis procura desempenhar um importante papel no contexto da economia familiar mas também no combate ao envelhecimento e desertificação, na fonte de enriquecimento através da criação de emprego e no aumento do espírito de iniciativa, dinamismo e estabilidade social.
Os dados recolhidos através dos inquéritos ficarão disponíveis no site do Observatório, em www.observatorioafr.org, permitindo a todos os interessados ficar a conhecer o trabalho desenvolvido pelos municípios vencedores, bem como dos restantes participantes. São membros do Observatório, a Dra. Rosário Carneiro, Eng. Carlos Seixas da Fonseca, Dra. Alexandra Alexandre, Prof. Dra. Maria José Lucena e Vale, Dra. Fátima Carioca, Dra. Fátima Fonseca, Dra. Teresa Ribeiro, Dra. Margarida Neto, Dra. Ana Cid Gonçalves.
Recorde-se que na primeira edição da iniciativa, foram treze as Câmaras Municipais distinguidas em matéria de políticas de responsabilidade familiar: Angra do Heroísmo, Aveiro, Cadaval, Cantanhede, Évora, Funchal, Tavira, Torres Novas, Torres Vedras, Vila de Rei, Vila Nova de Famalicão, Vila Real e Vila Real de Santo António.
Lista das Autarquias vencedoras 2010:
Câmara Municipal de Águeda
Câmara Municipal de Angra do Heroísmo
Câmara Municipal de Cantanhede
Câmara Municipal de Coimbra
Câmara Municipal de Évora
Câmara Municipal de Montijo
Câmara Municipal de Oeiras
Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso
Câmara Municipal de Santarém
Câmara Municipal de Sintra
Câmara Municipal de Tavira
Câmara Municipal de Torres Novas
Câmara Municipal de Torres Vedras
Câmara Municipal Vila Franca de Xira
Câmara Municipal de Vila de Rei
Câmara Municipal de Vila Real
Câmara Municipal de Vila Real de Santo António
Sobre o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis
A Associação Portuguesa de Famílias Numerosas iniciou, em Janeiro de 2002, uma colaboração com as autarquias no sentido da construção de uma Política Autárquica de Família. Na sequência deste trabalho, a APFN decidiu alargar-se para um novo conceito: as AFR – Autarquias Familiarmente Responsáveis. Partindo deste novo modelo, a partir de 2007 procedeu à realização de inquéritos junto dos municípios do país com vista a um levantamento exaustivo das boas práticas existentes. Após esse trabalho, a APFN criou um Observatório de Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) e é nesse seguimento que, remetendo ao evento deste ano, se realiza a 2ª edição da iniciativa «Autarquia + Familiarmente Responsável».
Fonte:
Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Autarquias + Familiarmente Responsáveis 2010